Browse images and videos on Instagram. Find out Most Popular Hashtags and Users.Picgra
  1. Homepage
  2. @cris.maede3
  3. 2045167661898538423
Cris Barros Santos (@cris.maede3) Instagram Profile Photo cris.maede3
Fullname

Cris Barros Santos

Bio I D E 👣 .Cristã conservadora .Comida,política e livros. Conhecer a Deus e fazê-lo conhecido! (Esposa do Alecxander, mãe do João e das Marias)

Profile Url

Share

O Centrão quer que a votação não tenha destaque e que seja feita por acordo só de líderes, assim a votação não é pública - 2045167661898538423

Cris Barros Santos (@cris.maede3) Instagram Profile Photocris.maede3

Cris Barros Santos

 Instagram Image by Cris Barros Santos (@cris.maede3) with caption : "O Centrão quer que a votação não tenha destaque e que seja feita por acordo só de líderes, assim a votação não é pública" at São Paulo - 2045167661898538423
São Paulo ReportShareDownload581

O Centrão quer que a votação não tenha destaque e que seja feita por acordo só de líderes, assim a votação não é pública, não é voto nominal e é um acordo inadmissível , enfraquecendo a Medida Provisória. O Centrão quer condicionar para que a votação não tenha destaque na forma de votação nominal, o que pode fazer com que o tema não seja colocado em pauta. A medida de Bolsonaro caducará, mantendo o sistema de governo de Temer, aumentando o número de ministérios e gastos. Bolsonaro não terá dinheiro para arcar com as orçamento do governo, e cairá na responsabilidade fiscal, o que leva a pedaladas fiscais, gastando mais do que recebe. É o crime de responsabilidade que levou Dilma ao Impeachment. Pressionem os deputados do seu estado na Câmara dos Deputados para que façam a votação nominal da MP-870. Assim vocês saberão se o deputado estará votando ou não a favor da população brasileira. A pressão da opinião pública determinará a vitória da pauta conservadora. Cobrem do Congresso Nacional o Voto Nominal para a MP-870 na forma como Bolsonaro redigiu no Plenário da Câmara Peça por e-mail o voto nominal para a MP-870 aos deputados do seu estado na Câmara dos Deputados.

Comments