Browse images and videos on Instagram. Find out Most Popular Hashtags and Users.Picgra
  1. Homepage
  2. @fabriciocarpinejar
Fabricio Carpinejar (@fabriciocarpinejar) Instagram Profile Photo fabriciocarpinejar
Fullname

Fabricio Carpinejar

Bio Escritor. ZH/Globo/Encontro com Fátima Bernardes Livro: http://bit.ly/CuidePaisAmazon Evento: francescat.romani@gmail.com

Profile Url

Share
Statistics for "Fabricio Carpinejar (@fabriciocarpinejar)"
Suggested users for Instagram Profile "Fabricio Carpinejar (@fabriciocarpinejar)"
Resiliência Humana (@resiliencia_humana) Instagram Profile Photoresiliencia_humana

Resiliência Humana

Mario Sergio Cortella (@cortellaoficial) Instagram Profile Photocortellaoficial

Mario Sergio Cortella

pefabiodemelo (@pefabiodemelo) Instagram Profile Photopefabiodemelo

pefabiodemelo

Osho Brasil (@oshobrasil) Instagram Profile Photooshobrasil

Osho Brasil

Chapolin Sincero (@chapolinsincero) Instagram Profile Photochapolinsincero

Chapolin Sincero

Fabricio Carpinejar (@fabriciocarpinejar) Instagram photos and videos

List of Instagram medias taken by Fabricio Carpinejar (@fabriciocarpinejar)

Advertisement

 image by Fabricio Carpinejar (@fabriciocarpinejar) with caption : "CUMPLICIDADE DO RISO

Quando você não precisa falar, basta sorrir. Obrigado, Carol! 
Sobre “Cuide dos pais antes que sej" - 1937415189875941417
ReportShareDownload8263

CUMPLICIDADE DO RISO Quando você não precisa falar, basta sorrir. Obrigado, Carol! Sobre “Cuide dos pais antes que seja tarde” (Grupo Editorial Record, 12ª edição) Compre aqui AMAZON: http://bit.ly/CuidePaisAmazon

Advertisement

 Fabricio Carpinejar (@fabriciocarpinejar) shared  Image on Instagram - 1937254100743759426
ReportShareDownload989.34K

Advertisement

 Fabricio Carpinejar (@fabriciocarpinejar) shared  Image on Instagram - 1937161247552344104
ReportShareDownload405.99K
 image by Fabricio Carpinejar (@fabriciocarpinejar) with caption : "O que está escrito em minha cabeça nesta semana? Jardinagem dos cabelos de @kelistonfbarber, da @barbeariaseuelias, @seu" - 1937123930057770943
ReportShareDownload322.26K

O que está escrito em minha cabeça nesta semana? Jardinagem dos cabelos de @kelistonfbarber, da @barbeariaseuelias, @seuelias

 image by Fabricio Carpinejar (@fabriciocarpinejar) with caption : "O PENTE NO BOLSO 
Fabrício Carpinejar 
No início da vida escolar, além do material escolar e da mochila, eu recebi um pe" - 1937082707548964634
ReportShareDownload27419

O PENTE NO BOLSO Fabrício Carpinejar No início da vida escolar, além do material escolar e da mochila, eu recebi um pente de meu pai. Fino, marrom, pequeno, com seus vinte dentes sorrindo. - Põe no bolso. Para controlar a bagunça dos cabelos. Bagunça poderia ser traduzida em redemoinho, ninhos que incomodavam os estudantes que tomavam banho de noite e que acordavam com pássaros empalhados na cabeça. Para quem ainda não tinha barba, o objeto disparou o meu cronômetro de ser homem dentro do menino. Antes do pincel e da lâmina, foi o meu primeiro presente masculino para cuidar da aparência. Prevenia-me para sentar direitinho e não quebrar o pente. Comecei a criar estratégias na cadeira, resvalando o quadril para o fundo da tábua. Eu me via poderoso com o meu artefato de beleza. Inspirava em meu pai, que mantinha o corte homogêneo, dividindo os fios, simetricamente, para o lado esquerdo. A única diferença é que eu andava de uniforme e ele, de terno. No recreio, esperava que todos saíssem para aprumar o topete. Era diferente dos meus colegas que não sofriam com a timidez e sempre ajeitavam a franja com o pátio cheio. Havia uma disciplina em nossa vaidade. Talvez mais disciplina do que vaidade. Representava falta de educação aparecer desalinhado publicamente. Indicava que não contávamos com uma boa criação dos pais. Eles é que sofriam críticas com o desleixo dos filhos. A má fama terminava debitada pelos professores na conta materna e paterna (tanto que ocorria frequente fiscalização na classe das unhas cortadas e das orelhas limpas). Leia texto na íntegra publicado hoje no jornal Zero Hora: @gauchazh

ReportShareDownload43571

COMO VOCÊ CHAMA QUEM VOCÊ AMA O apelido revela a sua vontade para o relacionamento dar certo.

 Fabricio Carpinejar (@fabriciocarpinejar) shared  Image on Instagram - 1937025487586995531
ReportShareDownload476.81K
 Fabricio Carpinejar (@fabriciocarpinejar) shared  Image on Instagram - 1936715816108239847
ReportShareDownload11910.17K
 Fabricio Carpinejar (@fabriciocarpinejar) shared  Image on Instagram - 1936653693474792463
ReportShareDownload528.36K
 image by Fabricio Carpinejar (@fabriciocarpinejar) with caption : "QUANDO O NOSSO CACHORRO NÃO AGUENTA MAIS 
Fabrício Carpinejar 
Não há remédio para a saudade.
Uma das experiências mais " - 1936508519469745859
ReportShareDownload1.41K9.47K

QUANDO O NOSSO CACHORRO NÃO AGUENTA MAIS Fabrício Carpinejar Não há remédio para a saudade. Uma das experiências mais brutais é ter que decidir pela eutanásia do nosso cachorro, como último dos últimos casos. Nem é questão de ser cristão e permitir que a morte venha quando vier. Nem é para não se incomodar ou não gastar ou contar com menos trabalho. Não tem mesmo o que fazer. O cachorro não se move mais, com parte do corpo paralisada. O cachorro está ali, mas não está ali. O cachorro dos últimos doze anos de sua vida. O cachorro de casa. O cachorro da família. O cachorro-helicóptero da ração no prato. O cachorro que arranhava a porta quando você chegava do trabalho e espiava pela janela quando você partia. O cachorro que cheirava os caminhos de seus sapatos. O cachorro que era a única campainha que confiava. O cachorro que latia para os estranhos e ronronava para os íntimos. O cachorro que roubou a sua coberta xadrez e você deixou, que mordeu as almofadas do sofá e você deixou, que estragou os seus óculos e você deixou, e foi deixando o seu coração todo para ele, sem perceber. O veterinário diz que não existe forma de controlar a doença. O sacrifício é a solução indolor. Até poderia mantê-lo vivo por mais um pouco, mas seria egoísmo, só aumentaria o sofrimento e retardaria o calvário. Não faz sentido prolongar um dia ou outro com morfina. Você precisa determinar o fim de seu melhor amigo, oficializar a despedida física, médica e pragmática, autorizar a injeção fria e eterna, eliminando de vez a esperança de milagres. Como ser prático diante do que não tem preço? É o mais cruel dos destinos dados a um homem: apagar as luzes de quem unicamente iluminou os seus passos. É você que terá que comunicar a notícia sombria para a família, logo você que se acostumou a dormir com o peso dele em seus pés. É você que terá que optar pelo silêncio definitivo de sua escolta mais valente, logo você que escolheu o nome dele. É você que estará segurando o seu cachorro no exato instante em que parar de respirar. E não duvide que ele lamba a sua mão nos minutos derradeiros, como que lhe perdoando pela ausência de alternativas.

 Fabricio Carpinejar (@fabriciocarpinejar) shared  Image on Instagram - 1936448347749511748
ReportShareDownload697.02K
 image by Fabricio Carpinejar (@fabriciocarpinejar) with caption : "A LEVEZA
Foto de Gilberto Perin 
Fabrício Carpinejar 
Quando desanimava com as minhas notas, a minha mãe sempre me dizia" - 1935926721782085621
ReportShareDownload17727

A LEVEZA Foto de Gilberto Perin Fabrício Carpinejar Quando desanimava com as minhas notas, a minha mãe sempre me dizia: - Você que sabe se quer continuar ou não, mas a caneta é mais leve que a enxada. Eu entendia que, por mais difícil que seja estudar, ainda era um privilegiado e poderia abrir um futuro menos duro e opressivo para a nossa família. Tornei-me escritor com o passar do tempo e ontem, diante de uma criança que me apontava um revólver imaginário, eu lhe entreguei a minha caneta: - A caneta é mais leve que a arma.